2.1.11

Tassa di Prástico 2011: Saiba quais foram os piores desse ano de 2010 tão espessiau!!!!!!

Feliz Ano Novo, cambada! Como sabemos, o ano rompeu, a década também e estamos com todo o gás pra arrepiar geral. Estamos de cara nova, jeito novo e o mesmo jornalismo de bosta de sempre. Já que estamos sob nova direção, tivemos que adotar um visual assim meio afrescalhado mesmo (nossa nova chefe de redação é a filha do Pee Careta, a recém-formada jornalista Michele Careta, a Mi Careta). Mas vamos deixar de lamentações e vamos anunciar os grandes vencedores do tradicionalíssimo...

TASSA DI PRÁSTICO

Vamos anunciar logo de uma vez!!!

Televisão

  • Pior novela: Tempos Modernos - Antes Bosco Brasil tivesse ficado apenas conhecido como o autor da peça Tempos de Paz. O nome da novela mais fiasquenta do ano mais parece continuação da peça, mas infelizmente não é. Na verdade, é a história do dono de um prédio que tem um computador com voz de James Bond que despiroca o cabeção e toca o puteiro por lá. É meio confuso, mas é o básico da história.
  • Pior programa: Legendários - Antes de sua estreia, era prometido como a maior revolução da TV brasileira desde que a Hebe Camargo apareceu cantando o Hino da Televisão em 21 de setembro de 1950. Mas Legendários conseguiu ser apenas uma sucessão de pastiches de outras emissoras, coerente com o atual pensamento seguido pela Record.
  • Pior reality show: Busão do Brasil - O que tinha de gente com vontade de rimar o nome do programa com outra coisa mais desagradável não estava no gibi - mesmo porque poucas pessoas se dispuseram a perder tempo à frente do TV assistundo a um BBB sobre rodas.
  • Pior apresentador: Marcos Mion - O legendário-mor acabou afundando nas próprias pretensões - que, por sinal, eram nada poucas - ao liderar um projeto fadado ao fracasso desde os primeiros blocos do primeiro programa. Pode ser que ele esteja tentando melhorar um pouco o programa. Não vai conseguir, mas está tentando.
  • Pior apresentadora: Cristina Rocha - Como esculhambar um bom programa em poucos dias? Pergunte a Christthynnah Rosschhaah (ou o que seja devido a inúmeras intervenções numerológicas), que pegou o Casos de Família e o desmoralizou de vez. Se bem que nada mais surpreende em matéria de SBT.

Cinema

  • Pior filme nacional do ano: Lula, o Filho do Brasil, dirigido por Fábio Barreto - Arrisco-me a dizer que nem Leni Riefenstahl se atreveu a tanto em seu auge. O messianismo barato a um presidente ainda em mandato acabou custando caro e foi um merecido fiasco de bilheteria (levando-se em consideração que levou menos de um milhão de espectadores aos cinemas, quando os produtores desejavam umas 12 vezes mais).
  • Pior filme em língua estrangeira do ano: O Último Mestre do Ar, dirigido por M. Night Shyamalan - Junte o diretor de O Sexto Sentido com um dos desenhos animados mais populares da década. Bem, o fiasco deste filme certamente se deve ao fato de o tal diretor não fazer mais nada bom há um certo tempo e o desenho ter sido esquecido há uma boa data.

Variedades

  • Prêmio Bundinha de Bebê: "Qual de vocês que é casado que nunca brigou com a mulher? Que não discutiu, que até não saiu na mão com a mulher, né, cara?" (Bruno, então goleiro do Flamengo, ao tentar justificar a briga entre o atacante Adriano e a noiva dele) - Essas palavras de, hã, alta sabedoria escondiam algo ainda mais nefasto, como poderão ver a seguir.
  • Prêmio Laxante de Ouro: O caso Bruno-Eliza Samudio - Não bastasse ter buscado um método pouco ortodoxo para tentar resolver um problema de foro íntimo, o goleiro ainda fez pouco da situação até mesmo ao ser preso, acusado de homicídio. Desta forma, fica meio difícil mesmo disputar a Copa do Mundo de 2014...
  • Prêmio Capacete Viking: Wayne Bridge, ex-zagueiro da seleção inglesa de futebol - Mesmo tendo sido recebido de forma retroativa, o prêmio para o corno do ano é altamente merecido. Afinal de contas, não é qualquer um que é chifrado pela mulher com o capitão da seleção que ele defende.
  • Prêmio Florentina de Jesus: Rebolation - Logo nos primeiros meses de 2010 (ou seja, na época do Carnaval), percebia-se que o prêmio de pior música do ano dificilmente mudaria de mãos. O tempo apenas se encarregou de confirmar a premiação ao mais horrendo grude sonoro dos últimos tempos.
  • Prêmio Mao Tsé-Tung: Néstor Kirchner - O ex-presidente argentino fez um governo populista toda vida, imitou o Garotinho elegendo a própria mulher como sua sucessora e vocês ainda querem que eu lamente o fato dele ter batido as botas?!
  • Prêmio Carlo Collodi: A "ajuda humanitária" a Gaza - Um barco turco que vai a Gaza e é receptado pela Marinha israelense é capaz de fazer barulho. Mas as coisas são muito mais do que isso, é só pesquisar pra verificar que as coisas não são exatamente o que você lê por aí.
  • Prêmio Vergonha Alheia: Susana Vieira no Domingão do Faustão - No último mês do ano, a ex-atriz em atividade cantou (mal), falou bobagem, pagou mamilo em rede nacional... Ou seja, uma estrela completa virada pelo avesso.
  • Prêmio Ben Johnson: Os seguidos ataques de pelanca do Dunga no comando da Seleção - Não deu outra: os pitis dungais antes e durante a Copa do Mundo não poderiam mesmo sair de mãos vazias (mas tem mais, como podem ver daqui a pouco). Foi uma verdadeira lavada, com 33 votos (37,93%), seguido bem de longe pelo centernada corintiano, que teve 21 votos (24,14%); pelos mimimis do Fernando Alonso na Ferrari, com 20 votos (22,99%); e pelo primeiro ano de mandato da presidente Patrícia Amorim no Flamengo, com 13 votos (14,94%).
  • Prêmio Ben Johnson, menção honrosa: A derrota do Internacional para o Mazembe, na semifinal do Mundial de Clubes - Não é todo dia que um africano impede um gaúcho de ser bi. Pra falar a verdade, é a primeira vez que algo parecido acontece. E a primeira vez, todos sabemos, a gente nunca esquece.

As Malas

  • Mala de Bronze: Tiririca - O palhaço-deputado já se candidatou com uma intenção: fazer todo eleitor de palhaço e mostrar que a eleição brasileira é destinada a ser uma piada pronta. O deputado federal eleito tornou-se um idiota útil ao ser um mero laranja para eleger vários candidatos de sua coligação que, ao contrário dele, são bem espertos...
  • Mala de Prata: José Serra - O candidato tucano à presidência da República caiu na esparrela comum de se igualar ao governo vigente, ou seja, de mostrar-se de origem popular quando isso não era recomendável e mostrar-se quase um governista quando ele era, na realidade, um candidato de oposição. Claro que não poderia mesmo ter dado certo.
  • Mala de Ouro: Ricardo Teixeira - O fiasco da Seleção na Copa do Mundo foi o menor dos problemas. Teve coisa pior: as obras para a Copa do Mundo de 2014 estão atrasadas e, até agora, nada de agilidade por parte do Comitê Organizador, da qual ele é o presidente. Mas ele fechou o ano com chave de bosta ao dar, do nada, um monte de títulos das antigas sem critério algum a vários times, fazendo com que vários cemitérios comemorassem conquistas de "Campeonatos Brasileiros" décadas depois de concluídos.

É agora! Rufai vossos tambores!!! O Mala do Ano de 2010 é...

DUNGA

Foi uma batalha emocionante até o fim!!!! Pela primeira vez, o critério de desempate (maior idade) teve que ser usado para decidir o grande vencedor do mais irrelevante prêmio da Internet mundial. Na segunda vez em que concorreu (a primeira foi em 2008), o ex-treinador da Seleção Brasileira obteve 32 votos, empatado com Tiririca. Mas o ex-técnico nasceu em 31 de outubro de 1963, ao passo que o deputado federal eleito nasceu em 1º de maio de 1965. Portanto, o maior anão de todos os tempos é o mais mala dentre todos os malas que passaram por este mundo neste 2010. A classificação final é esta:

  1. Dunga, que continuou posando de Mestre sem nunca deixar de ser Zangado: 32 votos (29,09%) e 47 anos
  2. Tiririca, que provou que pior do que tá, fica: 32 votos (29,09%) e 45 anos
  3. Silvio Berlusconi, que prova que Nero, definitivamente, não morreu: 19 votos (17,27%)
  4. Fernando Alonso, o Príncipe das Astúrias que virou plebeu de Abu Dhabi: 15 votos (13,64%)
  5. Fernando Haddad, que não tá ENEM aí pra educação brasileira: 12 votos (10,91%)

Total: 110 votos

Feliz Ano Novo a todos!

2 comentários:

Anônimo disse...

http://13dfgsdfg57.com/

Anônimo disse...

Hi, guantanamera121212